quarta-feira, 27 de abril de 2011

Tanta coisa desnecessária na vida...



Aquela palavra ferida
Aquele comportamento desnutrido
Aquele objeto partido
Aquela esperança que sumiu
Aquele sorriso que enganou
Aquela verdade que mentiu
Aquela lágrima que escorregou
Aquele olhar que desampara
Aquele abraço que desabriga
Aquela pessoa que penaliza…

Tudo desnecessário!

Pois o que a vida precisa
Não é de formas doentias
É de amor!

Não que eu queira a perfeição
Mas dá para viver machucar o coração.
Não é tão difícil assim
Só depende de mim
Mas eu não consigo Viver sem
Magoar alguém.

- Eu sou o meu problema!
E o seu também.

(Melina Murano)

2 comentários:

  1. Eu conheço pouco voce, tivemos um relacionamento de 3 meses, mas admiro sua personalidade. Você é uma grande pessoa que não tive tempo de dar valor.

    ResponderExcluir
  2. Oi Querida!!!

    Lindo esse poema!!!

    beijos

    ResponderExcluir