sábado, 20 de novembro de 2010

Jamais escreverei um verso belo...


Jamais escreverei um verso belo...
Eu nasci para empunhar um martelo.
Louca a esfacelar o que já existe?

Mas seja lá o que for eu espero
Que quando o belo verso vier, quero
Que se vá, por já gostar de ser triste.

(Melina Murano)

2 comentários:

  1. ''Surreal'' amiga, talentosa e autêntica e digna de palavras tão lindas beijo Me

    ResponderExcluir
  2. não é necessário entender exatamente o que você quer dizer ao escrever seus textos, o que importa é ler, compartilhar o prazer da leitura e fazer a própria interpretação do que está sendo lido... eu faço isso!

    ResponderExcluir